Primeiro dia de aula do seu filho: como sobreviver!

 Photo by Aaron Burden on Unsplash
Oi, gente!
Se você está passando por esse momento marcante na vida (sua e principalmente do seu filho!) e está com o coração na mão, toca aqui 👏 que estamos no mesmo barco!
Pois é, seu filhote está crescendo e isso é maravilhoso, mas um pouco apavorante também... Você vai ter que se adaptar a essa nova fase (primeira de muuitas!) e seguir em frente, mesmo que isso esteja te matando por dentro.
Exagero? Talvez sim, mas talvez não mesmo! Só uma mãe sabe como é difícil cortar esse cordão umbilical imaginário que ainda faziam de vocês um só.
Mas fazer o que? A vida é assim, tem que ser vivida! Você já passou por isso e agora é a vez do seu filho. Ele merece e ele precisa, é a ordem natural das coisas.
Você precisa se conscientizar de que o teu papel de mãe (ou pai) começa realmente agora. Como quer que o seu filho passe por tudo o que vem à frente?
Apesar de serem apenas poucas horas de distância entre vocês é um passo gigantesco para o desenvolvimento dele. O contato com outras pessoas, novas amizades, novas situações que talvez ele não esteja acostumado, novas atividades...
Pense nele como uma esponjinha, absorvendo tudo, desde o conhecimento até emoções diferentes. E ele volta pra você, cheio de questões, cheio de palavras, entusiasmo... O jeito que você lida com tudo fará diferença nesta nova vida fora do ninho que está apenas começando...

Dicas de como encarar esse primeiro passinho de seu bebê

Fique calma! - Controle a tensão e ansiedade... Seu filho vai sentir essa energia e ele não vai saber lidar com isso, só vai o dificultar o processo de adaptação na escola.

Converse! - explique o que acontece na escola: ele vai aprender, vai ter muitos amiguinhos, vai brincar... Veja a reação dele ao saber disso.
Ele pode ficar feliz, pode querer que você vá com ele ou já comece a chorar por perceber que você não vai estar com ele. É de arrebentar, né? Eu sei, eu imagino...
Não force, não fale muito se sentir que as informações ainda não são bem aceitas. Tudo ao seu tempo.

Pergunte na escola qual é o procedimento quando as crianças estão chorando por seus pais. Isso serve pra você sentir segurança ao deixá-lo.

Dizer tchau nesse primeiro dia com certeza será o momento mais difícil para vocês dois. Portanto, depois disso, saia prontamente. Uma longa cena de despedida pode reforçar o sentido de que a escola é um lugar ruim.

Quando for a hora de ir, despeça-se do seu filho. Nunca saia escondido. Por mais tentador que seja, sair sem dizer adeus pode fazer com que ele deixe de confiar em você.

Expresse sua facilidade com a saída. Alguns pais acenam de fora da janela da sala de aula ou fazem uma cara de adeus engraçada.

Não demore. Quanto mais tempo você ficar, mais difícil será. Deixe seu filho saber que você estará lá para buscá-la e diga um "Até mais tarde!"

Não se sinta culpado por deixá-lo - Eu sei que a vontade de trazer seu filho de volta pra casa pode ser imensa, mas as coisas tem que ser assim. Saiba que todo mundo passa por isso. O começo pode ser ruim ou péssimo, mas ele vai se acostumar com a nova rotina. Você vai!

Minha experiencia foi assim...

Um dia antes ela chorou um pouco, ficou manhosa... Meu marido e eu percebemos que ela tava sentindo a agitação, até porque ela estava junto em todos os momentos que fomos na escola.
Fazia um tempo que já ela dizia que queria ir pra escola, vi então que a necessidade estava explodindo.
Ela acordou dizendo que ia sentir saudades de mim... eu que já estava um troço por dentro, tive que fingir naturalidade, abrir um sorriso e dizer: "A mamãe também vai sentir saudades, mas vai ser tão legal lá! Você vai ter amiguinhos, vai brincar muito, aprender um monte de coisas. E depois vou buscar você!"

Quando fomos levá-la, ela continuava dizendo que ia sentir saudades e a gente reforçando como ia ser legal e tudo... e que depois pegaríamos ela de volta.
Chegamos, nos despedimos rápido e a tia com naturalidade já pegou ela pela mão dela e levou...
E eu desabei ali mesmo! Parecia que estavam levando meu coração embora!!
Só conseguia pensar que agora o passo estava dado e que não dava mais pra voltar atras.
Pela câmera, vi quando deixaram na sala. Ela quis sair, mas a tia carregou e minha pequena encostou a cabeça no colo da moça.
Aí eu vim... chorando mais ainda. Cheguei em casa e o silêncio era perturbador.
Felizmente tinha trabalho pra fazer e a mente ficou um pouco ocupada. Um pouco.
Como era adaptação, ela só ficou uma hora e meia na escola e então chegou a hora de buscá-la.
Aí, minha gente, eis que quando ela me viu e percebeu que era hora de ir pra casa, o escândalo começou: gritou, chorou, se debateu... dizendo que não queria ir embora! 😖
E foi assim, durante uma semana, um show na porta da escola. Até que começou a se acalmar e hoje já tira de letra, graças a Deus!
Então, às vezes coisas surpreendentes acontecem. E todas as preocupações e cuidados que naturalmente temos pelos pequenos, na verdade devem ser direcionadas para os pais! rsrsrsrs

Espero que tenha ajudado você de alguma maneira.
Um beijo e até a próxima!!

Fonte de pesquisa: Parents 

Photo by Aaron Burden on Unsplash

Compartilhe

Acho que você vai gostar