Ideias bacanas para reutilizar tubos de papelão

capa1aOlá, pessoas!
Voltando a falar de duas coisas que gosto muito: Artesanato e reciclagem! Lembram do post sobre Cds e DVDs velhos?
Agora é sobre uma outra paixão minha: Artesanato com papelão!
Ainda vou falar muito sobre isso – vão ter que me aguentar! rsrs -, mas hoje vamos ser mais específicas: Tubos de papelão, ou rolinhos… como queiram chamar.
Joga-fora-no-lixoPerguntinha básica: Quando o papel higiênico e/ou papel toalha acaba o que você faz com os tubos de papelão?
Pois é, eu também jogava no lixo… até um tempo atrás! Agora eu guardo todos.
E de tanto falar sobre, comecei a ganhar também uns tubos bem maiores e mais resistentes.
Sempre me perguntam o que vou fazer com eles!
Abaixo, algumas ideias:
  Porta-lapis Link da imagem e passo a passo: Casa de Retalhos  
LanternasLink da imagem e passo a passo: Just Crafty Enough
porta-pulseira-colaresLink da imagem e passo a passo: Painel Criativo
moldura Link da imagem e passo a passo: Made2Style
quadro Link da imagem e passo a passo: Revolutionaries
pufe-ou-mesaLink da imagem e passo a passo: esprit cabane
organizador Link da imagem e passo a passo: Revista Artesanato
Gostaram?
Em breve mais ideias, ok?
Bjnhos e até a próxima! o/
Dani

Mais mimos em ponto cruz

27Hoje quero mostrar o que ando fazendo no meu tempo livre, meu “esporte” preferido: bordar! rsrs
Tem coisa melhor do que fazer o que a gente gosta e ainda ser paga por isso? No way!
Bordar ponto cruz é muito gostoso, uma verdadeira terapia… eu amooo!
Ok, vamos lá!
Pra começar, bolsas (minhas costuras estão indo bem, obrigada!) com detalhes bordados.
1819
2223 
Toalha de banho:
Um pequeno desafio aqui: a faixa de estamine da toalha era menor que o desenho do gráfico, então tive fazer umas “adaptações” para caber sem deformar o aviãozinho. 
O que acharam?
26
Toalhinhas de boca para bebê:
292425
Caso queiram algum gráfico ou fazer alguma encomenda, entre em contato comigo clique na aba Contato ao lado >>>>.
Gostaram dos meus trabalhos?
Até a próxima!
Das

Dicas para bordar ponto cruz

Dicas para bordar ponto cruz Gente, não sou nenhuma expert, (embora faça meus bordados e goste dos resultados finais) mas quero dar algumas dicas para que, por exemplo, você não cometa os mesmos erros que cometi antes, enquanto fazia ponto cruz.
Se você já vive entre linhas e agulhas, espero que acrescente algo no seu trabalho.
Mas se quiser começar a bordar, o melhor é aprender do jeito certo:
  • Lave sempre as mãos antes de iniciar o bordado e, às vezes, até durante, isso permitirá um trabalho limpo.
  • Use agulhas específicas para o ponto cruz.
  • Use uma boa iluminação para bordar, de preferência use luz fluorescente.
  • Procure sempre sentar-se confortavelmente para não prejudicar sua coluna. Isso vale até quando não estiver bordando.
  • Coloque uma almofada no colo para aproximar o bordado.
  • Não perca a agulha! Parece bobagem, mas uma vez perdi uma na almofada que usava e uma amiga sentou em cima! Acho que doeu. rsrs Prenda-a sempre no pano em que está bordado ou num alfineteiro.
  • Se você quiser que a linha não dobre ao puxar do ponto, passe uma esponja úmida do começo ao fim da linha.
  • Passe sempre um alinhavo no tecido que cortou, evitando desfiar.
  • Ao terminar um trabalho sempre lave, passe à ferro e engome. Ficará impecável!
  • Quando aplicar seus bordados use somente tecidos que não desbotam.
  • Bordar é uma terapia, eu falo sempre. Para fazer um trabalho bonito precisamos ter paciência e calma. Um ponto errado altera todo o bordado!
Sobre os materiais, falo em outro post, por enquanto deixo uma vídeo muito bacana da Josi Pereira, do blog Josi Pereira Bordados
No canal dela, no youtube, tem outras aulas.
Beijo e paz!

Foliculite, a raiz do problema e a solução

foliculite-a-raiz-do-problema-e-a-solucao Foliculite é um nome esquisito para um problema bem comum: o pêlo encravado!
Se você, como eu, é uma das pobres mortais que sofrem desse mal, fique calminha e vamos conversar sobre o que fazer para eliminar ou amenizar consideravelmente esse tormento nosso de todo mês… ou todo dia.

Pra começar… Por que acontece? Pêlos encravados

O pêlo encrava porque está fraco e não consegue ultrapassar a barreira superficial da pele. Ou ele sai, mas volta a entrar.
A foliculite ocorre quando as bactérias invadem o local onde o pêlo nasce e aí começa o tormento: pontos pretos, inflamações, dor, coceira e bolinhas vermelhas, com ou sem pus. Em alguns casos mais sérios só um especialista pode tratar.
Homens, mulheres… ninguém tá livre disso. 
Em geral, afligem mais as peles morenas, negras e amarelas, mas isso não impede que qualquer outra pessoa também tenha. Nas mulheres o problema é maior na virilha e pernas e nos homens, na barba. 

E as causas?
Os motivos são variados:
>> a depilação com cera é a que mais leva ao aparecimento dos pêlos encravados já que os pêlos arrancados têm mais dificuldade de voltar à superfície porque a glândula sebácea próxima ao pêlo entope. 
* Dica: Algumas mulheres que estão acostumadas a depilar o corpo com cera se beneficiam da lâmina: como ela fortalece o pêlo, pode ficar mais fácil ele romper a pele. Alterne os métodos depilatórios, entre cera e lâmina, por exemplo.
>> calças apertadas (de tecido sintético e/ou jeans) e calcinhas também agravam o problema na virilha já que deixar o local quente, húmido e machucado é criar um ambiente perfeito para as bactérias. Quando usamos roupas mais grossas, a pele não consegue transpirar da forma correta e aí as bactérias se aproveitam dos pelos encravados.
* Dica: Evite usar roupas justas e de tecidos grossos com frequência, principalmente nos dias mais quentes
>> mais uma para nós, mulheres que sofrem, a menstruação: nesse período aumenta a secreção da glândula ao lado do pêlo e encrava.
* Dica: usar roupas mais largas e arejadas e calcinhas sem elástico.
>> a lâmina usada incorretamente pode piorar o quadro principalmente no caso de virilha e barba.
* Dica: Quem usa lâmina deve sempre manter o aparelho bem limpo (o ideal seria usar os descartáveis). Depois de usar a lâmina lave bem o aparelho com um sabonete antiséptico e mantenha num lugar fechado e seco.  
foliculite queloideana da nuca>> há também os casos de pêlos que encravam quando o corte de cabelo é feito na nuca, principalmente quando o mesmo poro possui dois ou três pêlos.
É a chamada foliculite queloideana da nuca (mais essa agora!).
Normalmente, homens que apresentam este tipo de inflação, também possuem problemas com a barba e vice-versa
>> o excesso de esfoliação e cremes gordurosos ou óleo corporal também podem ser agravantes

E a solução para esse problema chatíssimo?
Além das dicas que falei acima…
>> evite tomar banhos muito quentes e demorados;
- tomar sol ou passar creme hidratante, desodorante ou outros cosméticos na área depilada nas 24 horas seguintes à depilação.
- Após a depilação, acalme o local com loções à base de camomila, azuleno ou calêndula
>> nas axilas, a recomendação é usar desodorante líquido e deixar de lado os roll-on e em creme.
>> Depilar ou barbear de preferência após o banho, quando a pele estiver bem hidratada. Utilizar a lâmina de forma bem suave, não com força e nem no sentido contrário ao crescimento do pêlo e deixá-lo rente à pele. Lavar a área depois do procedimento
>> Não caia na tentação de cutucar, espremer ou arrancar com a pinça os pêlos encravados. Isso só vai ajudar a deixar o local mais inflamado, além de deixar a pele marcada ou manchada
>> Esfoliar sempre! Como uma das causas da foliculite é o excesso de queratinização, manter a pele mais lisinha e livre das células mortas (que dificultam a saída do pêlo à superfície) é fundamental para minimizar o problema.
A esfoliação é uma grande aliada quando o assunto é prevenir os temidos pêlos encravados e deve ser feita semanalmente. Exceto quando a pele estiver irritada e nesse caso é melhor não esfoliar para não agredi-la mais.
Os esfoliantes corporais com grânulos auxiliam na remoção das células mortas, afinando a pele e, assim, facilitam a passagem do pêlo. Mas eles têm de ser usados de forma constante. 
Existem bons produtos que levam algum agente bactericida na fórmula, como o triclosan. Além de esfoliar, eles combatem possíveis inflamações, que poderiam piorar o quadro. 
A esfoliação deve fazer parte do seu dia-a-dia, já que toda vez que o pêlo cresce pode acabar encravando novamente.
Minha dica caseira para esfoliação:
Pedra pomes nas pernas
Durante o banho quente, passe a pedra pomes muito muito suavemente, com movimentos circulares. Não demore muito tempo fazendo isso, só o suficiente para alcançar toda a perna (ou nos pontos onde os pêlos encravam).
Muito cuidado, caso contrário sua pele irá machucar.
>> A depilação a laser é tida entre os especialistas como uma das melhores soluções para evitar os pêlos encravados, mas se esse método é financeiramente impossível pra você saída é manipular cremes com bons princípios ativos como: uréia, ácido salicílico, peróxido de benzoíla ou ácido retinóico.

Importantíssimo: Antes de sair lambuzando seu corpo com cremes disso ou daquilo consulte um dermatologista. Apesar de serem indicados para o problema, só o médico pode saber qual o melhor pra sua pele.
Até a próxima!
Dani

Arroz de forno colorido

Receita Oi, gente!
Hoje quero compartilhar com vocês uma receita que já fizemos aqui em casa e é deliciosa, além de super simples de fazer.
Arroz preparado com presunto, muzarela, ervilha e cenoura feito no forno.
Arroz_de_fornoIngredientes:
1 colher (sopa) de óleo
1 xícara (chá) de arroz lavado e escorrido
1 sachê de MAGGI® Tempero Arroz
2 xícaras (chá) de presunto em cubos pequenos (cerca de 200 g)
2 xícaras (chá) de queijo muzarela ralado (cerca de 200 g)
meia lata de ervilha em conserva escorrida
1 cenoura cozida em cubos pequenos
1 colher (sopa) de salsa picada
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
Modo de Preparo
Em uma panela, aqueça o óleo e refogue o arroz até que ele fique brilhante. Junte duas xícaras (chá) de água fervente e o MAGGI Tempero e misture até dissolvê-lo. Cozinhe em fogo baixo, com a panela semitampada, por cerca de 15 minutos ou até a água secar. Desligue o fogo e deixe tampado por cerca de 5 minutos para que o arroz termine o cozimento em seu próprio vapor. Em um recipiente refratário, misture o presunto, o queijo muzarela, a ervilha, a cenoura, a salsa e o arroz cozido. Polvilhe com queijo parmesão ralado e leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos. Sirva.
Dicas: - Se desejar, substitua a ervilha e a cenoura por uma lata de seleta de legumes escorrida (cerca de 300 g).
Sobre a receita
Rendimento: 5 porções
Categoria da Receita: Prato Principal
Tipo de Prato: Cereais e Leguminosas
Tempo de Preparo: 60 min.
Tempo Total de Preparo: 90 min.
Nível de Dificuldade: Fácil
Custo: $ - Baixo
Essa e outras delícias você pode encontrar no site da Nestlè.
Bon Appétit!
Até a próxima!

Qual você prefere: Jiló ou quiabo?

jilo-e-quiaboPeguei pesado? rsrs
Se você é uma das dezenas de pessoas que torcem o nariz quando ouvem essas duas palavrinhas, devo dizer: bem vindo ao clube!
Resolvi falar sobre esses dois alimentos por dois motivos: dica do maridão – consumidor assíduo e apaixonado!  - e porque o Das é um blog democrático.
O jilójiló
Diversos estudos têm associado o consumo do jiló a inúmeros efeitos benéficos para a saúde.
No que se refere ao valor nutricional, é uma boa fonte de cálcio, fósforo, e ferro, apresenta baixo valor calórico, quantidades significativas de vitaminas A, B e C, e de um tipo de carotenoide (pigmento natural) denominado luteína, com função antioxidante, que atua no combate aos danos ocasionados pelos radicais livres no organismo. 
É um ótimo alimento para a função cardíaca, podendo ajudar no combate ao mau hálito e ainda na perda de peso.
Perda de peso
Embora, cientificamente, isso não seja comprovado, o jiló tem a seu favor anos de pesquisas sobre seus efeitos no metabolismo:
>> Poucas calorias (100 gramas tem apenas 40 calorias).
>> É rico em antioxidantes chamados flavonoides - presentes em frutas e vegetais -, que são agentes que impedem o acúmulo do colesterol ruim na parede das artérias.
>> As fibras presentes no jiló também auxiliam no combate ao colesterol, pois um sistema digestivo que funciona com regularidade ajuda a eliminar gorduras.
>> Graças à qualidade das fibras do jiló, aliadas à grande quantidade de água presente no fruto, o consumo regular dele produz saciedade e elimina a fome causada principalmente pela ansiedade.
E o sabor amargo?
Ele tem uma importante função clínica: o princípio ativo que causa o amargor do jiló tem ação bactericida na boca, melhorando consequentemente, a saúde e a higiene bucal.
Para atenuar o sabor amargo do jiló: deixe o jiló mergulhado em uma solução de água e sal por pelo menos 15 minutos antes do preparo
Conservando
O jiló deve ser conservado em geladeira, nas prateleiras mais baixas, longe do congelador
O quiaboquiabo (1)
O quiabo tem vitamina A, C e B1 e possui ainda em sua composição minerais como o cálcio, fibras e proteínas.
Melhora a funcionamento do intestino e aumenta a sensação de saciedade. Além disso, ele reduz o colesterol e controla o nível de açúcar no sangue.
Por fornecer poucas calorias (100 gramas contém cerca de 30 kcal) o quiabo pode estar contido em dietas de restrições calóricas e com a vantagem de ser um alimento de fácil digestão
E a baba?
A repulsa não é nem tanto pelo gosto dela, mas pela textura. 
Para preservar as propriedades nutricionais e deixar ele mais sequinho a primeira dica é não raspar e nem cortar o quiabo.
Depois, o tempo de cozimento deve ser rápido. Por último, um choque térmico com água fria.
Conservando
O quiabo deve ser consumido rapidamente pois fica murcho, fibroso e escurece em seguida. Por isso, ele deve ser colocado na parte inferior da geladeira, dentro de sacos de plástico. Assim ele pode ser conservado por até uma semana.
Se você ama jiló e quiabo e acha um absurdo que outras pessoas não sejam da mesma opinião, devo dizer: você tem o meu respeito!
Nós, pobres mortais que não temos um paladar tão apurado para perceber a delícia desses dois alimentos, preferimos viver longe! rsrs
Até a próxima!