Verdades da Profissão de Professor

Profissão Professor “Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonada pelo seu trabalho.
A data é um convite para que todos, pais, alunos, sociedade, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com a educação que queremos. Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios, nem deixem de educar as pessoas para serem “águias” e não apenas “galinhas”. Pois, se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.”
Paulo Freire

Pense Rosa – Outubro é o mês da conscientização do câncer de mama

Outubro-rosa O movimento conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.
Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de Obelisco do Ibirapuera - São Paulo-SP 02/10/2002outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama. 
A primeira iniciativa vista no Brasil foi de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama, que com o apoio de uma conceituada empresa européia de cosméticos (Avon) iluminaram de rosa o Obelisco do Ibirapuera.
Esse movimento visa chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce
A Doença
Segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Quando é descoberto precocemente tem 90% de chances de cura.
A Organização Mundial de Saúde alerta que 21% dos casos de câncer de mama no mundo são atribuídos ao consumo de álcool, cigarro, sedentarismo e obesidade. E ainda tem a hereditariedade (histórico familiar de câncer de mama).
 Fatores-de-risco-cancer-de-mama
Outros fatores de risco

Idade e sexo - Seu risco de desenvolver câncer de mama aumenta conforme a idade. A maioria dos casos de câncer de mama avançado ocorre em mulheres com mais de 50 anos. As mulheres têm 100 vezes mais probabilidade de desenvolver câncer de mama do que os homens
Genes - Algumas pessoas têm genes que geram uma propensão maior ao desenvolvimento do câncer de mama
Ciclo menstrual - As mulheres que tiveram a primeira menstruação muito cedo (antes dos 12 anos) ou que passaram pela menopausa muito tarde (depois dos 55)
Parto - As mulheres que nunca tiveram filhos ou que só tiveram após os 30 anos têm mais risco de câncer de mama. Engravidar cedo ou mais de uma vez diminui o risco
Terapia de reposição hormonal (TRH) - Muitas mulheres usam a TRH para diminuir os sintomas da menopausa

Confira 12 sintomas do câncer de mama:
* Mama mais dura que o normal;
* Presença de um sulco na mama, como se fosse um afundamento de uma parte da mama;
* Pequenas feridas na pele;
* Vermelhidão ou ardor na mama;
* Saída de um líquido desconhecido pelo mamilo;
* Uma espécie de “buraquinhos” na pele da mama;
* Alguma protuberância na mama;
* Veia facilmente observada e crescente;
* Afundamento do mamilo;
* Assimetria entre as duas mamas, como por exemplo uma maior que a outra;
* Pele da mama mais grossa que o normal, com aspecto de casca de laranja;
* Nódulo ou pequeno caroço interno, palpável e dolorido.
Ter um ou outro destes sintomas não significa necessariamente que a mulher possua um câncer na mama, mas se houver qualquer alteração na mama, ela deve ir ao médico para investigar o que está acontecendo.

Autoexame das Mamas auto_exama_mamaSegundos os médicos, quatro em cada dez pacientes descobrem a doença fazendo o autoexame. A apalpação das mamas foi ensinada e estimulada em várias campanhas publicitárias veiculadas no Brasil inteiro. Era uma forma de levar as mulheres ao consultório médico. O estímulo acabou tendo efeito contrário.
O problema é que não sentir nada não significa ausência de nódulo. Quando a mulher toca os seios e consegue sentir algum carocinho, ele já está medindo um ou dois centímetros, ou seja, não está mais no começo. Por isso, o Inca decidiu parar com as campanhas de estímulo ao autoexame, para evitar que a mulher tenha a falsa sensação de que está saudável. Essa confirmação só pode ser feita pelo médico ou em exames periódicos de mamografia.

mamografiaMamografia  A mamografia (radiografia da mama) permite a detecção precoce do câncer, ao mostrar lesões em fase inicial, muito pequenas (medindo milímetros). Deve ser realizada a cada dois anos por mulheres entre 50 e 69 anos, ou segundo recomendação médica.

Ideias bacanas para reutilizar tubos de papelão

capa1aOlá, pessoas!
Voltando a falar de duas coisas que gosto muito: Artesanato e reciclagem! Lembram do post sobre Cds e DVDs velhos?
Agora é sobre uma outra paixão minha: Artesanato com papelão!
Ainda vou falar muito sobre isso – vão ter que me aguentar! rsrs -, mas hoje vamos ser mais específicas: Tubos de papelão, ou rolinhos… como queiram chamar.
Joga-fora-no-lixoPerguntinha básica: Quando o papel higiênico e/ou papel toalha acaba o que você faz com os tubos de papelão?
Pois é, eu também jogava no lixo… até um tempo atrás! Agora eu guardo todos.
E de tanto falar sobre, comecei a ganhar também uns tubos bem maiores e mais resistentes.
Sempre me perguntam o que vou fazer com eles!
Abaixo, algumas ideias:
  Porta-lapis Link da imagem e passo a passo: Casa de Retalhos  
LanternasLink da imagem e passo a passo: Just Crafty Enough
porta-pulseira-colaresLink da imagem e passo a passo: Painel Criativo
moldura Link da imagem e passo a passo: Made2Style
quadro Link da imagem e passo a passo: Revolutionaries
pufe-ou-mesaLink da imagem e passo a passo: esprit cabane
organizador Link da imagem e passo a passo: Revista Artesanato
Gostaram?
Em breve mais ideias, ok?
Bjnhos e até a próxima! o/
Dani

Evite a desidratação em dias de calor

Evite-a-desidratacao-em-dias-de-calorGente, que calor é esse?????
O ar, o vento, a água, o chão, as paredes… tudo está quente!
Que sensação horrorosa! Você vai tomar banho e quer ficar lá pra sempre, apesar da água sair morna, mesmo com o chuveiro desligado…
calor1
Neste instante, enquanto faço esta postagem, está marcando 33º e mesmo com dois ventiladores ligados e tomando água direto a sensação que tenho é que estou derretendo.  Ai que saudade do frio…
Pois é, em tempos assim, quando temos uma vaga idéia de como é o inferno, devemos tomar certos cuidados para evitar coisa bem pior do que sentir muuuuito calor.
A desidratação, por exemplo.Ela ocorre se a água eliminada pelo organismo através da respiração, suor, urina, fezes e lágrimas, não for reposta adequadamente. Isso pode acontecer quando a ingestão de líquidos é insuficiente nos dias de muito calor por causa da transpiração excessiva.
O que pode acontecer no seu corpo quando você fica desidratado - Perda de energia
- Diminuição da performance durante o exercício
- Cãibras
- Dor de cabeça leve a moderada
- Náuseas e dores de cabeça mais fortes
- Pressão baixa - no calor os nossos vasos dilatam e existe uma maior dificuldade do sangue, que circula nas pernas, voltar para o coração, isso na maioria das vezes, pode ser tratada com uma melhor hidratação.
Recomendações
* Beba bastante líquido, pelo menos dois litros por dia e não devemos esperar ter sede para começar a tomar água. Quando sentimos sede já estamos levemente desidratados. Beba-bastante-liquidoAlém da água, o chá e o suco também auxiliam, mas vale lembrar que este último, contém calorias (neste caso não deve se acrescentar açúcar). Com relação aos chás, opte pelos de ervas ou descafeínado.
As bebidas que devem ser evitadas em excesso são os refrigerantes, pois a capacidade de hidratação é pequena, em virtude da presença de gás e do alto teor de açúcar, as alcoólicas, estimulam ainda mais a perda de água pela urina, além de serem calóricas.
Os isotônicos contêm um teor de sais minerais elevado, sendo mais indicados para atletas, os quais têm uma perda muito intensa de água e sais minerais através do suor, necessitando de uma reposição rápida, obtida com esse tipo de bebida.
Verifique se as crianças e os idosos estão tomando a quantidade de líquido necessária para manter a boa hidratação do organismo. Nessas faixas de idade, muitas vezes, eles se esquecem de fazê-lo;
Uma das maneiras fáceis de avaliar se ingerimos líquidos adequadamente é observar a coloração da urina. Quanto mais clarinha, melhor nosso estado de hidratação.
* Alimente-se bem - Verduras, frutas e legumes podem apresentar cerca de 90% de seu peso composto por água. Por outro lado, petiscos, bolachas e bolos podem apresentar apenas 5% do líquido.
alimente-se-bemCertifique-se de que os alimentos que serão ingeridos crus foram corretamente preparados. Receitas preparadas com ovos crus, como maionese, mousses, sanduíches são alvos fáceis de contaminação.
Alimentos contaminados normalmente provocam vômitos e diarréias, gerando perigosos quadros de desidratação. As crianças são as principais vítimas.
Nos restaurantes, prefira pratos cozidos ou grelhados. Evite sugestões regadas com molhos - onde as bactérias adoram crescer.
Com a água, então, todo zelo é pouco. Até mesmo o gelo da caipirinha, da raspadinha e do suco se torna ameaçador, afinal a gente nunca sabe se aquele bar atraente e confortável à beira da praia está congelando água limpa e potável
* Atenção aos cuidados com a higiene – eles devem ser redobrados nos dias quentes, porque o calor e a umidade favorecem o crescimento de fungos e bactérias.
lavar-as-maosLembre-se de lavar bem as mãos antes das refeições (dentro e fora de casa); antes e depois de ter usado o banheiro; quando chegar da rua – esta dica vale não só nos dias quentes, mas sempre; ao andar de transporte público, pegar em jornal, dinheiro, antes de preparar comida…
* Atenção ao que veste Use roupas de cor clara e tecidos leves que permitam que a transpiração seja evaporada e não fique retida no tecido. 
* Evite a exposição direta ao sol nos dias de calor intenso. Vale disputar uma sombra, usar chapéus, bonés… qualquer coisa pra você não torrar debaixo desse sol escaldante.
* Não pratique exercícios físicos nas horas mais quentes; A temperatura alta provoca exaustão, pois há uma grande perda de água pela transpiração.
Mesmo se hidratando adequadamente, fica difícil repor o que foi gasto sem ficar com o corpo pesado.
Quanto à escolha da roupa, vale o básico antes de tudo: opte pelo que for mais confortável. Evite correr com roupas apertadas e escuras, que aumentam a temperatura do corpo e encurtam seu treino pelo cansaço
Atleta ou não é indispensável o uso do protetor solar.
Fontes de pesquisa: Dr. Drauzio Varella, Minha Vida

Foliculite, a raiz do problema e a solução

foliculite-a-raiz-do-problema-e-a-solucao Foliculite é um nome esquisito para um problema bem comum: o pêlo encravado!
Se você, como eu, é uma das pobres mortais que sofrem desse mal, fique calminha e vamos conversar sobre o que fazer para eliminar ou amenizar consideravelmente esse tormento nosso de todo mês… ou todo dia.

Pra começar… Por que acontece? Pêlos encravados

O pêlo encrava porque está fraco e não consegue ultrapassar a barreira superficial da pele. Ou ele sai, mas volta a entrar.
A foliculite ocorre quando as bactérias invadem o local onde o pêlo nasce e aí começa o tormento: pontos pretos, inflamações, dor, coceira e bolinhas vermelhas, com ou sem pus. Em alguns casos mais sérios só um especialista pode tratar.
Homens, mulheres… ninguém tá livre disso. 
Em geral, afligem mais as peles morenas, negras e amarelas, mas isso não impede que qualquer outra pessoa também tenha. Nas mulheres o problema é maior na virilha e pernas e nos homens, na barba. 

E as causas?
Os motivos são variados:
>> a depilação com cera é a que mais leva ao aparecimento dos pêlos encravados já que os pêlos arrancados têm mais dificuldade de voltar à superfície porque a glândula sebácea próxima ao pêlo entope. 
* Dica: Algumas mulheres que estão acostumadas a depilar o corpo com cera se beneficiam da lâmina: como ela fortalece o pêlo, pode ficar mais fácil ele romper a pele. Alterne os métodos depilatórios, entre cera e lâmina, por exemplo.
>> calças apertadas (de tecido sintético e/ou jeans) e calcinhas também agravam o problema na virilha já que deixar o local quente, húmido e machucado é criar um ambiente perfeito para as bactérias. Quando usamos roupas mais grossas, a pele não consegue transpirar da forma correta e aí as bactérias se aproveitam dos pelos encravados.
* Dica: Evite usar roupas justas e de tecidos grossos com frequência, principalmente nos dias mais quentes
>> mais uma para nós, mulheres que sofrem, a menstruação: nesse período aumenta a secreção da glândula ao lado do pêlo e encrava.
* Dica: usar roupas mais largas e arejadas e calcinhas sem elástico.
>> a lâmina usada incorretamente pode piorar o quadro principalmente no caso de virilha e barba.
* Dica: Quem usa lâmina deve sempre manter o aparelho bem limpo (o ideal seria usar os descartáveis). Depois de usar a lâmina lave bem o aparelho com um sabonete antiséptico e mantenha num lugar fechado e seco.  
foliculite queloideana da nuca>> há também os casos de pêlos que encravam quando o corte de cabelo é feito na nuca, principalmente quando o mesmo poro possui dois ou três pêlos.
É a chamada foliculite queloideana da nuca (mais essa agora!).
Normalmente, homens que apresentam este tipo de inflação, também possuem problemas com a barba e vice-versa
>> o excesso de esfoliação e cremes gordurosos ou óleo corporal também podem ser agravantes

E a solução para esse problema chatíssimo?
Além das dicas que falei acima…
>> evite tomar banhos muito quentes e demorados;
- tomar sol ou passar creme hidratante, desodorante ou outros cosméticos na área depilada nas 24 horas seguintes à depilação.
- Após a depilação, acalme o local com loções à base de camomila, azuleno ou calêndula
>> nas axilas, a recomendação é usar desodorante líquido e deixar de lado os roll-on e em creme.
>> Depilar ou barbear de preferência após o banho, quando a pele estiver bem hidratada. Utilizar a lâmina de forma bem suave, não com força e nem no sentido contrário ao crescimento do pêlo e deixá-lo rente à pele. Lavar a área depois do procedimento
>> Não caia na tentação de cutucar, espremer ou arrancar com a pinça os pêlos encravados. Isso só vai ajudar a deixar o local mais inflamado, além de deixar a pele marcada ou manchada
>> Esfoliar sempre! Como uma das causas da foliculite é o excesso de queratinização, manter a pele mais lisinha e livre das células mortas (que dificultam a saída do pêlo à superfície) é fundamental para minimizar o problema.
A esfoliação é uma grande aliada quando o assunto é prevenir os temidos pêlos encravados e deve ser feita semanalmente. Exceto quando a pele estiver irritada e nesse caso é melhor não esfoliar para não agredi-la mais.
Os esfoliantes corporais com grânulos auxiliam na remoção das células mortas, afinando a pele e, assim, facilitam a passagem do pêlo. Mas eles têm de ser usados de forma constante. 
Existem bons produtos que levam algum agente bactericida na fórmula, como o triclosan. Além de esfoliar, eles combatem possíveis inflamações, que poderiam piorar o quadro. 
A esfoliação deve fazer parte do seu dia-a-dia, já que toda vez que o pêlo cresce pode acabar encravando novamente.
Minha dica caseira para esfoliação:
Pedra pomes nas pernas
Durante o banho quente, passe a pedra pomes muito muito suavemente, com movimentos circulares. Não demore muito tempo fazendo isso, só o suficiente para alcançar toda a perna (ou nos pontos onde os pêlos encravam).
Muito cuidado, caso contrário sua pele irá machucar.
>> A depilação a laser é tida entre os especialistas como uma das melhores soluções para evitar os pêlos encravados, mas se esse método é financeiramente impossível pra você saída é manipular cremes com bons princípios ativos como: uréia, ácido salicílico, peróxido de benzoíla ou ácido retinóico.

Importantíssimo: Antes de sair lambuzando seu corpo com cremes disso ou daquilo consulte um dermatologista. Apesar de serem indicados para o problema, só o médico pode saber qual o melhor pra sua pele.
Até a próxima!
Dani

Jeitos diferentes de usar o Sal

Jeitos diferentes de usar sal Além de insubstituível no preparo dos alimentos, o sal tem um grande poder de desidratação. Em outras palavras, ele absorve a umidade - e com isso extermina larvas de insetos, mofo e até os micro-organismos responsáveis pelo mau cheiro dos sapatos. O sal também ajuda a preservar equipamentos eletroeletrônicos e a relaxar o corpo depois de um dia tenso.
Conheça as receitinhas para aproveitar todos esses benefícios:
1. Sal para espantar mosquitos! Aquelas inocentes pocinhas d’água que se forma debaixo do escorredor de louças e em outros cantos da pia são o lugar ideal para os mosquitos depositarem seus ovos - inclusive o transmissor da dengue! Se você não se lembra de secar a pia diariamente, polvilhe sal nesses locais para matar as larvas.
2. Sal garante cores vivas nas roupas e nos carpetes Como a água é um solvente universal, sempre que você lava uma roupa preta ou colorida com água pura ela tende a dissolver os corantes do tecido, deixando os tons esmaecidos. Mas se você colocar sal na água esse processo é bloqueado quimicamente, preservando a cor das roupas. Basta dissolver sal na lavagem e no enxágue das roupas pretas e coloridas, na proporção de 1 colher (sopa) de sal para cada 10 litros de água. Para restaurar as cores do seu carpete, limpe-o com pano, esponja ou escova umedecida em uma solução de 1 xícara (chá) de sal dissolvido em 3 litros de água e deixe secar naturalmente. A fórmula também ajuda a repelir traças.
3. Sapatos sem cheiro com ajuda de sal Se quer manter sapatos, botas e tênis livres de odores, espalhe um pouco de sal dentro deles logo após usá-los. Além de esterilizar, o condimento absorve a umidade evitando a proliferação das bactérias responsáveis pelo mau cheiro.
4. Sal para proteger eletrônicos Deixe um pratinho raso com sal grosso perto dos equipamentos (televisão, computador etc.). Ele absorve a umidade do ambiente, protegendo os aparelhos da oxidação. Troque o sal quando perceber que ele quase formou um torrão único e não está mais soltinho.
5. Evite fungos em peixes de aquário com sal Colocar os peixinhos de água doce por alguns minutos em água ligeiramente salgada previne fungos nas escamas. Mas é preciso cuidado, pois esse tratamento é contraindicado para algumas espécies. Para não expor a vida deles ao risco, informe-se numa loja especializada em aquários - assim você terá orientações seguras quanto à proporção de sal, aos peixinhos que suportam a salinidade e à frequência do procedimento, além de outras dicas importantes.
6. Adote o sal para espantar pulgas Polvilhe sal nos carpetes, tapetes, estofados e frestas do assoalho, deixe por algumas horas e recolha com o aspirador - as larvas das pulgas são desidratadas pelo sal e morrem na hora! Em pisos frios ou de cimento, tire os cães e gatos do ambiente, lave o chão com água bem salgada, deixe secar naturalmente e enxágue com água limpa. Use 1 xícara (chá) para cada 2 litros de água. Repita pelo menos três vezes, em intervalos de 12 dias, para exterminar as novas larvas que saírem dos ovos. Mas, atenção: não use sal no jardim porque ele mata as plantas e micro-organismos benéficos, deixando o solo estéril.
7. Use sal e acabe com o mofo As roupas de cama e banho ficaram guardadas por muito tempo e terminaram mofando? Molhe os locais manchados com uma mistura feita com o suco de 1 limão e 1 colher (café) rasa de sal, e estenda as peças ao sol do meio-dia por aproximadamente duas horas. O sal mata os fungos e o limão tira as manchas. Depois finalize a limpeza com uma lavagem completa, usando o sabão de costume.
8. Sal dá vida nova para as esponjas Depois do uso, mergulhe as esponjas em água fria salgada. Elas ficarão como novas - e limpinhas, porque o sal age como desinfetante. Use 1 colher (sopa) para cada copo de água.
Fonte: MdeMulher