Ideias bacanas para reutilizar tubos de papelão

capa1aOlá, pessoas!
Voltando a falar de duas coisas que gosto muito: Artesanato e reciclagem! Lembram do post sobre Cds e DVDs velhos?
Agora é sobre uma outra paixão minha: Artesanato com papelão!
Ainda vou falar muito sobre isso – vão ter que me aguentar! rsrs -, mas hoje vamos ser mais específicas: Tubos de papelão, ou rolinhos… como queiram chamar.
Joga-fora-no-lixoPerguntinha básica: Quando o papel higiênico e/ou papel toalha acaba o que você faz com os tubos de papelão?
Pois é, eu também jogava no lixo… até um tempo atrás! Agora eu guardo todos.
E de tanto falar sobre, comecei a ganhar também uns tubos bem maiores e mais resistentes.
Sempre me perguntam o que vou fazer com eles!
Abaixo, algumas ideias:
  Porta-lapis Link da imagem e passo a passo: Casa de Retalhos  
LanternasLink da imagem e passo a passo: Just Crafty Enough
porta-pulseira-colaresLink da imagem e passo a passo: Painel Criativo
moldura Link da imagem e passo a passo: Made2Style
quadro Link da imagem e passo a passo: Revolutionaries
pufe-ou-mesaLink da imagem e passo a passo: esprit cabane
organizador Link da imagem e passo a passo: Revista Artesanato
Gostaram?
Em breve mais ideias, ok?
Bjnhos e até a próxima! o/
Dani

Jeitos diferentes de usar o Sal

Jeitos diferentes de usar sal Além de insubstituível no preparo dos alimentos, o sal tem um grande poder de desidratação. Em outras palavras, ele absorve a umidade - e com isso extermina larvas de insetos, mofo e até os micro-organismos responsáveis pelo mau cheiro dos sapatos. O sal também ajuda a preservar equipamentos eletroeletrônicos e a relaxar o corpo depois de um dia tenso.
Conheça as receitinhas para aproveitar todos esses benefícios:
1. Sal para espantar mosquitos! Aquelas inocentes pocinhas d’água que se forma debaixo do escorredor de louças e em outros cantos da pia são o lugar ideal para os mosquitos depositarem seus ovos - inclusive o transmissor da dengue! Se você não se lembra de secar a pia diariamente, polvilhe sal nesses locais para matar as larvas.
2. Sal garante cores vivas nas roupas e nos carpetes Como a água é um solvente universal, sempre que você lava uma roupa preta ou colorida com água pura ela tende a dissolver os corantes do tecido, deixando os tons esmaecidos. Mas se você colocar sal na água esse processo é bloqueado quimicamente, preservando a cor das roupas. Basta dissolver sal na lavagem e no enxágue das roupas pretas e coloridas, na proporção de 1 colher (sopa) de sal para cada 10 litros de água. Para restaurar as cores do seu carpete, limpe-o com pano, esponja ou escova umedecida em uma solução de 1 xícara (chá) de sal dissolvido em 3 litros de água e deixe secar naturalmente. A fórmula também ajuda a repelir traças.
3. Sapatos sem cheiro com ajuda de sal Se quer manter sapatos, botas e tênis livres de odores, espalhe um pouco de sal dentro deles logo após usá-los. Além de esterilizar, o condimento absorve a umidade evitando a proliferação das bactérias responsáveis pelo mau cheiro.
4. Sal para proteger eletrônicos Deixe um pratinho raso com sal grosso perto dos equipamentos (televisão, computador etc.). Ele absorve a umidade do ambiente, protegendo os aparelhos da oxidação. Troque o sal quando perceber que ele quase formou um torrão único e não está mais soltinho.
5. Evite fungos em peixes de aquário com sal Colocar os peixinhos de água doce por alguns minutos em água ligeiramente salgada previne fungos nas escamas. Mas é preciso cuidado, pois esse tratamento é contraindicado para algumas espécies. Para não expor a vida deles ao risco, informe-se numa loja especializada em aquários - assim você terá orientações seguras quanto à proporção de sal, aos peixinhos que suportam a salinidade e à frequência do procedimento, além de outras dicas importantes.
6. Adote o sal para espantar pulgas Polvilhe sal nos carpetes, tapetes, estofados e frestas do assoalho, deixe por algumas horas e recolha com o aspirador - as larvas das pulgas são desidratadas pelo sal e morrem na hora! Em pisos frios ou de cimento, tire os cães e gatos do ambiente, lave o chão com água bem salgada, deixe secar naturalmente e enxágue com água limpa. Use 1 xícara (chá) para cada 2 litros de água. Repita pelo menos três vezes, em intervalos de 12 dias, para exterminar as novas larvas que saírem dos ovos. Mas, atenção: não use sal no jardim porque ele mata as plantas e micro-organismos benéficos, deixando o solo estéril.
7. Use sal e acabe com o mofo As roupas de cama e banho ficaram guardadas por muito tempo e terminaram mofando? Molhe os locais manchados com uma mistura feita com o suco de 1 limão e 1 colher (café) rasa de sal, e estenda as peças ao sol do meio-dia por aproximadamente duas horas. O sal mata os fungos e o limão tira as manchas. Depois finalize a limpeza com uma lavagem completa, usando o sabão de costume.
8. Sal dá vida nova para as esponjas Depois do uso, mergulhe as esponjas em água fria salgada. Elas ficarão como novas - e limpinhas, porque o sal age como desinfetante. Use 1 colher (sopa) para cada copo de água.
Fonte: MdeMulher

Tapioca - receita rápida e fácil

tapioca No nordeste também é conhecido como beiju, trata-se basicamente da fécula extraída da mandioca. De origem indígena tupi-guarani, é chamada ainda de goma da tapioca, tapioca, goma seca, polvilho ou polvilho doce.
Tenho uma amiga que é louca por tapioca – a Renata. Procurando na internet maneiras de molhar a fécula de mandioca, ela viu que era completamente diferente do jeito que eu faço. Dei um checada em vários sites/blogs e vi que as pessoas perdem muito tempo com algo pode ser feito de uma maneira bem mais prática e rápida.
Porque esperar 12 horas e ainda ter o trabalho de tirar a umidade com uma toalha para então passar na peneira e finalmente fazer a tapioca se você pode molhar a fécula e prepará-la na mesma hora?
Olha só, se você prefere fazer dessa maneira mais demorada, tudo bem, mas eu vou mostrar o jeito que eu faço e talvez você mude de idéia, ok?
A Receita
Ingredientes: 
1/2 kg de polvilho doce
2 copos (americanos) de água.
1 pitada de sal
O passo-a-passo:
Coloque o polvilho doce (ou fécula) em uma bacia e vá acrescentando a água aos poucos. O segredo é misturar bem (com as mãos) para que ela fique úmida por igual. A pitada de sal eu coloco no primeiro copo de água.
Depois disso (pasmem!) é só passar na peneira e fazer sua tapioca.
Fazendo a tapioca:
Coloque a frigideira no fogo alto, espere ela esquentar e baixe o fogo. Com as mãos mesmo, pegue um pouco da tapioca e vá jogando dentro da frigideira. Você pode jogar no meio e ir distribuindo para os lados, por exemplo. Use uma colher para fazer isso ou continue com a mão, mas cuidado pra não se queimar.
O tempo pra virar é importante: se virar logo pode esfarelar tudo e se demorar pode ficar dura demais e até queimar… isso não é legal. Como ela não gruda, você pode perceber quando é a hora com uma colher ou espátula. Virou! Espere menos tempo dessa vez e pode colocar no prato, rechear com o que quiser e saborear.
Os recheios ficam a seu gosto. Fica delicioso com queijo ou com leite condensado e coco. Eu prefiro só com manteiga mesmo.
E outra, coma enquanto estiver quentinho. É mais gostoso. Quando esfria, esfarela e o sabor é outro… ruim!
Dica:
Eu peneiro tudo logo - ela fica leve, com um aspecto de granulado - então guardo num recipiente de plástico tampado na geladeira.
E aí, não acharam bem mais legal dessa forma?
Dúvidas?
PS.: Fico devendo o vídeo e fotos mais legais.
Sem tempo :(

A escolha certa do batom para você

A escolha certa do batom para você Você sabe: celebridades ditam moda.
Você já deve ter lido em revistas, ou visto no salão de beleza, mulheres querendo o corte e/ou a cor de cabelo, a mesma cor de esmalte ou modelo de roupa que viu em alguma personagem de novela, numa modelo ou cantora. Vai dizer que não? Talvez até você mesma já quis! ;D
E com a cor do batom não é diferente. Nos catálogos então, nem se fala… Você quase sempre acha que aquele tom ficará perfeito também em seus lábios.
Então você compra… e percebe que ficou muito estranho, às vezes horrível! Completamente diferente do que você viu. ¬¬
Você teve ou tem dificuldades para encontrar a cor ideal para sua pele?
Eu, sim o/. Já presenteei amigas, mãe, tias, primas inúmeras vezes com batons que prometiam lábios perfeitos, mas no final, ficaram bem esquisitos! rsrs
Então, resolvi compartilhar com vocês, mulheres à procura da boca perfeita, essas dicas legais que vi no site boaforma.abril.com.br

Descubra a cor da moda que combina com o seu tom de pele:
  • Orientais
Você deve evitar os tons dourados e alaranjados. No lugar deles, opte por batom cobre ou o clássico cor de boca (de preferência, opaco, sem brilho). Mas não precisa ficar apenas com os neutros. Na onda do cor-de-rosa, vá de pink vibrante. Se quiser ousar, escolha vinho ou violeta.
1. Cor-de-rosa vibrante para entrar na moda
2. Vinho-escuro com brilho para ousar e arrasar
3. Acobreado esquenta a pele das orientais
4. Cor de boca ou nude cria um visual discretoOrientais
  • Morenas
Na boca de quem tem pele clara e cabelo castanho quase tudo pode. Na cartela do rosa, fique com o chiclete e o fúcsia (mais escuro). Bronze, vinho e até o clássico vermelho também caem bem para as morenas.
1. Esse vermelho fechado fica superchique
2. Fúcsia, um cor-de-rosa chamativo e alto-astral
3. Cor-de-rosa chiclete já é o hit da moda
4. Batom bronze é a cara das morenasMorenas
  • Negras
Para valorizar seus lábios, a gama de cores quentes é bem-vinda. O seu batom  cor de boca é o café, que fica discreto e chique. Em vez de pink, amora ou vinho, tons mais fechados. Laranja, tendência da temporada, também cai bem.
1. Tom de uva combina com a cor da pele
2. Laranja supervivo, ideal para curtir o verão
3. Em vez de chiclete, cor-de-rosa mais escuro
4. Cor de café é o nude das negraNegras
  • Loiras
O tom de pêssego vai pegar bem neste verão para as loiras de pele branquinha –  fosco ou com cintilância que puxa para o dourado. O cor-de-rosa continua em alta: pode ser chiclete ou pink. Se quiser aderir ao look nude, escolha um batom de cor igual ou acima ao seu tom de pele. Mais claro vai deixar você pálida demais.
1. O tom de pêssego ganhou toque dourado
2. Rosa-claro cria um visual romântico
3. Para esquentar a pele, alaranjado com brilho
4. Cor-de-rosa chamativo cai bem nas clarinhasLoiras
Minha dica
Batom é um item básico e indispensável para a mulher, isso é fato. E fora essa procura pelo tom perfeito (que espero não ter mais, com essas dicas), ainda tenho um probleminha chato: meus lábios ficam muito ressecados quando uso batom, tanto que chegam a sangrar! :O
Não importa se na fórmula tem filtro solar, manteiga de cacau ou qualquer tipo de hidratante… Já experimentei de tudo!
A única forma que encontrei para evitar as rachaduras foi passar manteiga de cacau direto nos lábios antes do batom.
Mais um item indispensável na minha bolsa. :)
Gostaram das dicas?
Beijo e paz!

Origem do Brigadeiro

Origem do Brigadeiro Brigadeiro é um doce brasileiro criado na década de 1940, comum em todo o país e normalmente presente nas festas de aniversário, junto com o cajuzinho  e beijinho.
O nome do doce é uma homenagem ao brigadeiro Eduardo Gomes. Nos anos de 1946 e 1950, o militar candidatou-se à presidência da República pela UDN. Pelo físico avantajado e boa aparência, o candidato conquistou um grupo de fãs do Pacaembu, bairro de São Paulo, que organizaram festas para promover sua candidatura.
O doce foi criado durante a primeira campanha do candidato à presidência, pela conservadora UDN, logo após a queda de Getúlio Vargas. A guloseima feita de leite, ovos, manteiga, açúcar e chocolate tanto agradou que, numa das festas de campanha, sua esposa fez o doce para arrecadar fundos.

Há outras versões bastante similares a essa sobre a origem do nome do doce: Mulheres do Rio de Janeiro, engajadas na candidatura de Eduardo Gomes, faziam "negrinhos" que vendiam para ajudar o fundo de campanha; outros diziam que Heloísa Nabuco, de tradicional família carioca que apoiava o brigadeiro, criou um tipo de doce, ligeiramente diferente da versão atual, e o denominou com a patente do candidato preferido.
Como as festas dos correligionários e cabos eleitorais eram muito disputadas pela população, estes logo começaram a chamar os amigos para irem comer o "docinho do Brigadeiro". Com o tempo o nome de "brigadeiro" acabou sendo dado ao doce (mais tarde feito com leite condensado). Apesar do apoio recebido, a eleição foi vencida pelo então general Eurico Gaspar Dutra.
Receita do Brigadeiro
Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de margarina sem sal
7 colheres de sopa de Nescau ou 4 colheres de sopa de chocolate em pó
chocolate granulado para fazer bolinhas
Modo de Preparo
   1. Coloque em uma panela funda o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó
   2. Cozinhe em fogo médio e mexa sem parar com uma colher de pau
   3. Cozinhe até que o brigadeiro comece a desgrudar da panela
   4. Deixe esfriar bem, então unte as mãos com margarina, faça as bolinhas e envolva-as em chocolate granulado
   5. As forminhas você encontra em qualquer supermercado
Hummmmm Tão gostoso! Tão brasileiro! Tão calórico!!
Sabia que comendo unzinho desses, de 30g, você leva de graça 100 calorias? 
Pois é, delicioso, mas um perigo para a dieta. Sim, por que não dá pra comer só um. Você consegue? Eu não! rsrsrs
Beijo, Luz e Paz pra você!

Pequeno manual sobre cabelos cacheados

cachosQuem tem cabelos cacheados sabe muito bem o quanto é trabalhoso mantê-los. Embora sejam lindos, charmosos, versáteis (…) os cuidados são redobrados e constantes e muitas vezes isso acaba fazendo com que as pessoas recorram à química ou à escova e chapinha.
Durante muito tempo eu recorri à química. Resolvi dar um tempo dos cachos mas, apesar da manutenção ser menor, isso também cansa. Os cabelos precisam de muita hidratação pois, como todos sabem, a química agride os fios demais.
Então, cansada de ir em salões (perdendo tempo e dinheiro), resolvi voltar com os cachos. Ainda estou pagando um pequeno preço por isso: embora a raiz já estivesse bem grande, para me livrar da química tive que cortar bem baixinho. Tudo bem, pensei na hora, se é pra assumir de vez, que seja curtinho então!
Felizmente hoje em dia existem inúmeros produtos para cabelos cacheados, crespos ou ondulados. Só precisamos saber quais são os que melhor se adequam para cada cabelo. Como muita coisa na vida, o que é bom pra sua amiga (por exemplo), nem sempre é o melhor pra você.
No entanto, existem dicas preciosas que nos ajudam a fazer a melhor escolha e viver feliz com nossos cachos.
Dicas essas que dividirei com você agora:
  • Corte corte-cabelos-cacheados
Cabelos enrolados nunca devem ser retos, esses cortes deixam o cabelo com muito mais volume e fazem com que os cachos percam a definição. 
A melhor opção para soltar suas madeixas é investir em um estilo repicado, degradê ou desconectado, assim você mantém os fios bem distribuídos e com muito movimento.
O primeiro passo para não errar na hora de cortar os cabelos encaracolados é fazer o corte sem molhar os fios.
Com o cabelo seco fica mais fácil entender o volume e o formato dos cachos e, assim, conforme o profissional faz o corte já é possível saber como os fios estão se comportando
  • Volume  cabelos-cacheados
O grande tormento dos cabelos cacheados é com certeza mantê-los comportados e não parecer a medusa! Já parou pra pensar que eles parecem criar vida enquanto você dorme?
O desafio aqui é deixá-los sedosos, comportados, com ondas naturais…
Utilize mousses e sprays fixadores para garantir a definição e o volume dos cachos por muito mais tempo. Lembrando que as mousses são mais suaves e não deixam um aspecto tão pesado nos cabelos quanto os sprays.
Para um ondulado perfeito, aplique no cabelo ensopado o equivalente a uma moeda de 1 real de gel modelador e, por cima, uma bola (de tênis) de mousse. Amasse com uma toalha e deixe secar naturalmente.
Para o crespo não armar: misture cinco gotas de gloss com um punhado de gel líquido e aplique nos fios ainda úmidos.
Use diariamente um cosmético redutor de volume à base de aloe vera e proteínas - mantém a hidratação e doma a cabeleira.
Espalhe três gotas de óleo de silicone no cabelo molhado. Retire o excesso de umidade amassando os fios com uma toalha e use o difusor.
imgAbuse do ativador de ondas. Aplique-o nos fios ainda úmidos, para definir os caracóis
Três vezes por semana, aplique máscara com óleo de buriti ou azeite de oliva.
Preserve a oleosidade natural: antes da lavagem, passe um pouco de óleo de silicone a partir de dois dedos da raiz. Depois, use o xampu e o condicionador normalmente
Fugindo do aspecto “capacete”: Para aumentar o volume dos fios depois que o cabelo estiver seco, amasse com as mãos, das pontas para a raiz, soltando os cachos. A dica é não passar os dedos no meio dos cachos para não desfazê-los
O babyliss pode ser seu grande aliado. O acessório permite ajeitar os cachos de maneira prática e rápida, deixando-os ainda mais definidos e harmoniosos. Não esqueça do finalizador termoativado, ele protege a fibra capilar. Basta aplicar o protetor térmico por todo o comprimento dos cabelos antes de começar modelar os cachos
Pomadas ou ceras servem para destacar camadas, mechas, modelar a franja e domar aqueles fiozinhos arrepiados. A maneira correta de usar as pomadas e ceras é pegar pequenas doses com as pontas dos dedos e ir passando nos cabelos secos. Quem tem cabelos oleosos deve usar com cautela, pois estes tipos de finalizadores para cabelos podem deixar os fios com aspecto engordurado.
  • Frizz 
cabelo-frizzOutro problema: acabar com o arrepiado. Ele faz o cabelo parecer sempre bagunçado e mal cuidado
Evite pentear os cabelos quando estiverem secos. Vai desmanchar os cachos, armar os fios e deixá-los com um volume indesejado. Portanto, prefira fazer isso com os fios molhados.
Adote pente de madeira de dentes largos para desembaraçar os fios. Isso porque a madeira não eletriza os fios e evita que eles fiquem arrepiados. Já os dentes largos mantêm os cachos intactos, sem desmanchar.
Quando não for lavar o cabelo, no banho, proteja os fios da umidade (e do frizz) com uma touca plástica.
Invista em um bom creme leave-in para usar nos cabelos sempre que necessário. O leave-in vai ajudar a definir seus cachos e ainda evita os temidos frizz. Na hora de aplicar, o cabelo não deve estar pingando. O ideal é que os fios estejam úmidos.
O reparador de pontas fecha as cutículas do cabelo, sela temporariamente as pontas duplas, elimina o frizz e dá efeito brilhante. É só esfregar um pingo do produto na palma das mãos e espalhar do meio para as pontas dos fios secos ou molhados
  • Muita HidrataçãoAdult woman washing head
Uma vez por semana faça uma hidratação caseira. Use ampolas e cremes de hidratação instantânea para fazer no banho mesmo. Levam, em média, 3 minutinhos para agir
Máscaras de aminoácidos do trigo e manteiga de karité são super bem-vindas. 
Cuidado com finalizadores pesados, ao contrário do que se pensa, eles não trazem benefícios, nem turbinam a hidratação.
Para compensar a falta de oleosidade natural no comprimento e nas pontas, lave os fios com xampu e condicionador específicos. Quem tem mechas muito enroladas pode trocar o condicionador por uma máscara hidratante à base de óleos vegetais.
Uma vez por semana (para quem lava todo dia ou em dias alternados) ou a cada quatro lavagens utilize um xampu anti-resíduos. O produto promove uma limpeza profunda, importante para quem utiliza cosméticos que permanecem no fio diariamente. Mas não deve ser usado com exagero, pois pode deixar as escamas eriçadas, fragilizando o cabelo.
Também uma vez por semana, ou a cada duas lavagens, substitua o condicionador habitual por uma máscara de tratamento instantânea, dessas que se aplica no banho. Elas são concentradas, por isso intensificam o poder de emoliência do fio.
Se os fios estiverem muito danificados por química, alisamento artificial ou excesso de coloração é bom fazer um tratamento de reconstrução. O procedimento deve ser feito no salão, a cada dois meses ou em intervalos menores, dependendo das condições do cabelo. Para saber, é sempre bom conversar com o cabeleireiro
Cabelos cacheados: ame-os ou deixe-os!
Essa é a regra!
Beijão e até a próxima! o/
Fontes de pesquisa: TodaEla, mdemulher
UOL Mulherdicas de mulher