Mostrando postagens com marcador Dicas de Filmes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dicas de Filmes. Mostrar todas as postagens

Os filmes mais idiotas que devemos assistir!

Os filmes mais idiotas Galera, por livre e espontânea pressão, meu irmão me convenceu a postar esta lista insana.
Espero que gostem (ou não!) rsrs

"Oi, meu nome é DVD - seguindo a linha da DAS!
Deixa eu explicar: Comecei a enumerar a lista de filmes que gostei, mas não eram tão bons assim. Na verdade, eu os achava idiotas! -, e ainda assim, acho que não passaria essa encarnação sem assistí-los - e talvez outras também!
Pois bem, tive uma idéia: resolvi me expressar através do blog da DAS - minha irmã.
Como é direito de todos a liberdade de expressão (foi assim que convenci ela), está aí, a lista dos filmes mais idiotas que não deixaria de assistir. (com direito a cometários meus!)

* A VOLTA DOS MORTOS-VIVOS (Return Of The Living Dead)
- Todos os filmes, na verdade: Tosco extreme.

* AS BRANQUELAS (White Chicks)
- Pra quem esta com a cabeça bem aberta para besteira.

* BORAT - O SEGUNDO MELHOR REPÓRTER DO GLORIOSO PAÍS CAZAQUISTÃO VIAJA À AMÉRICA (Borat: Cultural Learnings Of America For Make Benefit Glorious Nation Of Kazakhstan)
- Esse cara é completamente louco, me fez rir sozinho na rua. Fiquei estranho durante algumas semanas. ¬¬

* DIAS DE LOUCURA (Old School) - Pretendo fazer isso algum dia.
* DOIS É BOM, TRÊS É DEMAIS (You, Me And Dupree) - O cara é uma mala.
* DUPLEX (Duplex) - Eu cometeria um homicídio triplamente qualificado com aquela velha.
* ESPARTALHÕES (Meet The Spartans) - Insano, sem palavras.
* GOLPE BAIXO (Longest Yard) - Tem uma mensagem boa no final, mas nada que se aproveite.
* O REI DA ÁGUA (The Waterboy) - Melhor atuação de Adam Sandler
* QUERO FICAR COM POLLY (Along Came Polly) - Um exemplo de como nunca devemos ser.
* TODO MUNDO EM PÂNICO 1, 3 (Scary Movie) - Bem bolado. assistir até o final, mas depois me lembrei que tinha coisa melhor para fazer!
* TROVÃO TROPICAL (Tropic Thunder) - Até agora não sei como convenceram esses caras a participar desse filme. Lembrete: Tom Cruise dançando é muito engraçado.
* UMA NOITE ALUCINANTE I, II E III (Army Of Darkness) - meu herói de infância.
Postem as suas listas também, estou afim de aumentar a minha.
Um grande abraço!
Dvd"

MB!

MB Nesse fim de semana, assisti a dois filmes que eu tenho que recomendar, são MB (como diz minha sobrinha! rsrs): Muito Bons!!!

O primeiro é Lado a Lado
Susan Sarandon é uma doente terminal que precisa aceitar o fato de que seu ex-marido, Ed Harris, está namorando. Ela tem resolver suas diferenças com a tal namorada (Júlia Roberts) e se entender com sua filha mimada, Jena Malone.
Emocionante!
Sabe aquele filme que vc assiste e no final, tem vontade de sair abraçando quem vc ama? Pois é, nessa ordem! Eu me acabo de chorar (aí meu nariz entope de novo e… Oh Deus!!) Mas vale a pena!

O segundo é Risco Duplo 
Além de eu gostar dos dois atores, o filme é legal por mostrar a luta de uma mulher pra ter de voltar tudo o que lhe foi tirado e se vingar de quem fez isso!! Muito legal mesmo!!

Animou?

Espero que gostem das dicas!!
Luz pra vc!!!

Estão Todos Bem


Sinopse: Frank Goode (Robert De Niro) sempre trabalhou em uma fábrica de cabos telefônicos, dedicando sua vida a sustentar a família. Aposentado e viúvo há oito meses, ele aguarda a vinda dos quatro filhos - David (Austin Lysy), Robert (Sam Rockwell), Rosie (Drew Barrymore) e Amy (Kate Beckinsale) -, espalhados em várias cidades, para um churrasco em família. Entretanto, de última hora eles desmarcam o compromisso. Querendo vê-los, Frank desobedece a recomendação de seu médico e decide visitá-los em suas casas. É quando descobre que há algo de errado em suas vidas.

Gostei muito desse filme!
Durante muitos anos Frank deixou que sua mulher fosse a ponte entre ele e os filhos, então tudo que chegava a ele já vinha filtrado, mas com a morte da esposa ele se viu perdido e tendo que encarar uma realidade que não conhecia.
Estão Todos Bem fala sobre criar expectativas, sobre exigir demais, omitir para não preocupar o outro ou magoar, sobre ser aberto ao diálogo, enxergar os pequenos sinais...

A mensagem é clara e ao longo do filme você se vê refletindo sobre a própria vida e naquele conselho que todos conhecem: não durma sem falar um "eu te amo" para quem você ama. Não de qualquer jeito ou só por falar, mas aquele sincero e de coração aberto. No final, isso é o que vale.

Com certeza é um belo filme! Envolvente, comovente, com pitadas singelas de humor...
Super recomendo!!
Perceberam que nem falei dos atores?
Robert De Niro, Drew Barrymore, Kate Beckinsale e Sam Rockwell...
Será que preciso?

Olha o trailer:


Curiosidades:
* Globo de Ouro - 2010
*Indicado: Melhor Canção Original - "(I Want to) Come Home"
* Refilmagem de Estamos Todos Bem (1990), com Marcello Mastroianni 

Clipe da música (Afinal, é Paul McCartney!)


Sinopse e curiosidades: Adoro Cinema

Um beijo e até a próxima!
Dani

Quem será o pai do Bebê de Bridget Jones?


A Universal Pictures acaba de divulgar o trailer da comédia ‘O Bebê de Bridget Jones‘ (Bridget Jones’ Baby). Você ficou feliz? Eu muito!!!
Faz um bom tempo que falei aqui sobre o terceiro filme de Bridget Jones (Bridget Jones de volta!!! AÊ!!!!!!!!!!!!!!!!!) e agora finalmente apenas um "em breve" nos separa de vermos mais uma vez as peripécias dessa mulher louca e apaixonante!

O que você deve saber: 
* Bridget está com 43 anos, solteira...

Por algum motivo ainda desconhecido, o noivado com Darcy visto ao fim de No Limite da Razão não virou casamento. O que não quer dizer que ele tenha saído da vida dela, pelo contrário. O envolvimento dos dois conseguiu se tornar ainda mais complicado.

* e grávida!
E um dos grandes mistérios do novo filme será justamente a paternidade da criança, que pode tanto ser de Darcy quanto de Qwant (Patrick Dempsey).

* Ela continua a mesma...

Apesar de ter trocado seu diário por um iPad, há aspectos de personalidade que você simplesmente não supera - e quem garante é Renée Zellweger. O lado divertido de Bridget vai continuar presente, mas suas dúvidas serão atualizadas.
"Parte do novo desafio é descobrir onde ela está agora em sua vida. Como atriz, sinto que estou reencontrando uma antiga amiga. Amo esta personagem e adoro que ela conte histórias sobre como é ser mulher em situações muito familiares na vida."
Para Renée, foi uma decisão acertada mostrar esta fase de Bridget.

* Personagens
Hugh Grant teria decidido não retomar o papel de Daniel Cleaver.
Emma Thompson será a médica
O cantor britânico Ed Sheeran fará uma participação especial no filme.

E o trailer:


Para relembrar:
Os dois primeiros livros, ‘O Diário de Bridget Jones’ e ‘Bridget Jones: No Limite da Razão’, foram adaptados para o cinema e respectivamente em 2001 e 2004, com Zellwegger no papel principal.
O primeiro filme foi bem recebido pela crítica e foi um grande sucesso, com mais de U$ 281 milhões arrecadados no mundo todo. A sequência foi massacrada e não faturou tanto nos EUA, mas teve uma bilheteria internacional ainda maior que o antecessor.

O terceiro livro não foi bem recebido pelos fãs de ‘Bridget Jones‘. Na história, Bridget é uma viúva quinquagenária, mãe de dois filhos, que namora um homem 20 anos mais jovem.

A escritora Helen Fielding foi alvo da fúria dos fãs da franquia literária após dar um final polêmico ao romance entre a protagonista e Mark Darcy, conhecido como Mr. Darcy.

Fontes de pesquisa: CinePOP Cinema, MdeMulher

Ah, uma última informação: nos cinemas mundiais em setembro de 2016!

Um beijo e até a próxma!
Dani

Dica de filme: Fresh Guacamole

dica-de-filme-Fresh-GuacamoleIndicado ao Oscar na categoria melhor curta-metragem de animação, Fresh Guacamole pode até não ter levado o prêmio, mas com certeza chama atenção para si já que foi o filme mais curto a ser indicado - tem a duração de apenas 1 minuto e 40 segundos!

Criado pelo animador americano PES (nome adotado por Adam Pesapane), o curta foi feito em stop motion e mostra mãos  fazendo um guacamole usando ingredientes pra lá de inusitados.

Vejam:

 
No site eatPES - Home of the Twisted Films of PES  tem outros vídeos tão legais e criativos quanto o indicado.
Uma amostra:
 
Aproveitando o assunto…

O Oscar de melhor curta-metragem de animação saiu para o filme da Disney “Paperman” - produzido com uma técnica que combina o desenho à mão com o feito no computador
Muito fofo!
Vejam:

Dica de filme: Histórias Cruzadas

Apesar de já ter dado algumas dicas de filmes, aqui no blog, não é  nem de longe na mesma proporção com que os assisto. Quero mudar isso já!
Então, a partir de hoje assumo o compromisso de sempre indicar um filme bacana pra você se divertir, se emocionar, se assustar…

A única regra é: eu assisto antes pra saber do que estou falando!!

Hoje escolhi o filme Histórias Cruzadas (The Help)Dica-de-filme-Historias-Cruzadas

Baseado no livro "A Resposta" de Kathryn Stockett, ficou na lista de best sellers do New York Times por 103 semanas, seis delas ocupando o primeiro lugar.
Sinopse: Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões. (fonte: adorocinema.com)

Um drama super envolvente, daqueles que deixa você ligada, que faz você se enfurecer com as injustiças, vibrar com as vinganças (merecidas!), se emocionar com as histórias e torcer para um bom desfecho.

Histórias Cruzadas fala da opressão sofrida pelas empregadas domésticas negras, obrigadas a deixar seus próprios filhos para criar os filhos das patroas e cuidar das suas casas. Lembradas constantemente que são pessoas de segunda classe, não podem sequer usar os mesmos pratos e muito menos os mesmos banheiros.

Emma Stone (A Mentira) está sensacional. Este é o primeiro drama que protagoniza e acho que o fez muito bem. Ela tem um rosto expressivo que vai do angelical ao sofredor aparentemente sem esforço algum e contagia.

Historias-cruzadas-foto1

Sua personagem, Skeeter, embora faça parte da elite branca, tem uma visão diferenciada da maioria. Enquanto suas amigas e mãe acham que o melhor futuro seja o casamento e filhos, ela quer trabalhar. Acha injusto a forma com as empregadas são tratadas e se dispõe a ajudá-las, mesmo que tenha que ir contra a sociedade.

Historias-cruzadas-foto1c

Viola Davis (Comer Rezar Amar) como a empregada Aibileen Clark dá um show. Não tem como não se emocionar com esse personagem que é o modelo das empregada negras que levam uma vida sofrida e humilhante. E ainda tem sua amiga Minny Jackson, vivida por Octavia Spencer (Sete Vidas), cuja história tem como foco principal a relação com sua patroa Hilly Holbrook vivida por Bryce Dallas Howard (A Saga Crepúsculo: Eclipse), talvez o maior exemplo de como eram as patroas daquela época.

Historias-cruzadas-foto1a

Apesar de Hilly Holbrook  ser a grande vilã da história, suas maldades são bem dosadas com pequenas vinganças que sofre ao longo do filme, para nosso deleite, para fúria dela e temor, no caso da Minny,  pelas consequências que esses atos podem causar.
Além desses, outros momentos de humor do filme ficam por conta da doce Celia Foote, personagem da Jessica Chastain (A Árvore da Vida), que é rejeitada pela outras mulheres da cidade.

Embora a história seja centrada na relação “patroas-empregadas negras” temos apenas uma noção da dimensão do problema social que acontece fora desse mundo. Parece que a qualquer momento vai acontecer algo maior, mas fica só nisso.
Outra coisa que notei é que apesar do racismo e preconceito velado ou escancarado, os personagens  são surpreendidos por atos sinceros de igualdade e por não assimilarem isso de imediato acabam tornando-se eles mesmos preconceituosos, mas só por um tempo.

Destaques ainda para Allison Janney (Garota Infernal), Sissy Spacek (a eterna Carrie, A Estranha) e Mike Vogel (Ela é Demais pra Mim).

Historias-cruzadas-foto1d

Esse filme foi indicado ao Oscar, Globo de Ouro (Octavia Spenser ganhou como melhor atriz), Bafta e ao Sag Awards.

O trailer:

Bom filme pra você!!

Casa Comigo?

casa-comigo...Filmes legais devemos indicar, concordam? Então aqui vai um que vejo sempre que passa e não me canso, estou quase  decorando as falas de tão fofo que é! rsrs
Se você ainda não viu, corre pra ver pois é uma delícia…

Casa comigo? estrelado pelos lindos Amy Adams e  Matthew Goode é uma bela comédia romântica com direito a tudo o que o gênero pede, inclusive os clichês.  Suspiros, romantismo, situações engraçadas, casamentos, declarações… mas apesar disso em nenhum minuto você fica entediado, muito pelo contrário!
Seja pelos atores (química perfeita), pela história (divertida), pelas belas imagens (Irlanda), por uma ou outra mensagem que nos leva a refletir, pela trilha sonora (destaque para “Never Forget You” - The Noisettes e “You Got Me” - Colbie Caillat)… ou por tudo isso junto,  o filme é encantador, cativante e vale super a pena.

Casa-Comigo-Leap-Year1Casa-Comigo-Leap-YearCasa-Comigo-Leap-Year2Casa-Comigo-Leap-Year3

Geralmente coloco a sinopse, mas como o trailer fala por si deixo apenas ele: 

Ótimo filme!
Até mais!
Das

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

O Fabuloso Destino de Amèlie Poulain[4] A Sinopse: Amélie vive em Paris, em seu mundinho particular. Trabalha como garçonete em um pequeno café e mora em apartamento alugado onde vive suas fantasias. Porém, sua vida sofre uma transformação radical no dia em que descobre, em seu apartamento, uma antiga caixa cheia de objetos infantis. Empolgada, assume a missão de encontrar seu dono e essa jornada irá conduzi-la a um mundo totalmente novo, excitante, cheio de aventuras e esperança. Uma linda história… como algo a mais.
É um filme poético, sem sombra de dúvida. Um roteiro inteligente, criativo, sensível… um conto de fadas moderno, eu diria. amelie-enfantAlém da história ser fofa, se torna mais atraente ainda pelos detalhes: a fotografia belíssima (uma das coisas que mais gostei), a trilha sonora, as características dos personagens, os desfechos das histórias de cada um… 
A maneira como esta história é contada é tão envolvente que é impossível não se emocionar e entrar na fantasia que envolve todo o filme.
amelie Amélie Poulain, vivida brilhantemente pela atriz Audrey Tautou (O Código Da Vinci, Coco Antes de Chanel… entre outros), é uma garota simples, sozinha, cresceu isolada do mundo (seus pais a privaram do contato com outras crianças por acreditar que a menina possuía uma anormalidade no coração), nunca conheceu o amor, nunca teve uma grande experiência na vida. Mas ela sonha, fantasia, encanta com seu jeito todo especial de ver as situações, as pessoas e valorizar as pequenas coisas do seu dia-a-dia.
Um dos melhores filmes que já assisti.
É lindo!
Recomendo, de olhos fechados! rsrs
Veja o trailer:

Beijo e paz!

África do Sul – Um pouco de sua história

África do Sul – Um pouco de sua história Hoje os olhos do mundo estão voltados para a África e suas maravilhas, por estar sediando a copa.
Conheça então uma das inúmeras histórias deste continente, através de um filme muito emocionante. É um soco na consciência.

Você já assistiu Hotel Ruanda? Se tiver a chance, não a perca. Vale muito a pena.
Esse filme conta a história de Paul Rusesabagina, gerente de um sofisticado hotel na capital de Ruanda,  no ano de 1994, quando um conflito político levou à morte quase um milhão de ruandenses, em apenas cem dias.
Quando o mundo fechou os olhos para o que acontecia, ele abriu seus braços e o coração.
Hotel Ruanda conta a história real de Paul para contar a história de Ruanda, como um alerta ao mundo.
Antes de assistir ao filme, porém, você precisa saber de algumas coisas:
A maior parte da população africana é constituída por diferentes e inumeráveis tribos, grupos étnicos e sociais. Todas estas tribos e grupos possuem culturas que são diferentes, mas representam o mosaico da diversidade cultural africana.
Entre essas tribos e grupos incluem-se os Hutus e Tutsis.
Os tutsis eram predominantemente pastoreiros e apresentavam maior estatura. Os hutus, de pele mais escura e menor estatura, tinham tradição agrícola.
Até o início da colonização alemã na região, as duas etnias viviam em relativa harmonia. A partir do domínio alemão, e posteriormente belga, esses dois povos tiveram sua organização modificada.
Os tutsis foram escolhidos para assumirem cargos da administração estatal, treinamento militar, acesso exclusivo à educação, uma vez que as escolas exigiam estatura mínima. Tinham estatura vigorosa; raça pura, que os alemães da época tanto prezavam. Descendentes, talvez, da Rainha de Sabá.
Os hutus, pelo contrário, tinham aparência física mais fraca e não caíram nas graças dos alemães. Quando chegaram à região, os belgas continuaram a mesma política de discriminação, e assim incentivavam a rivalidade entre essas duas tribos.
Em 1959, os ressentimentos acumulados pelos hutus no período colonial explodem. Nesta primeira rebelião, militares tutsis foram aprisionados e tiveram seus pés cortados a golpes de facão, com o objetivo de diminuir a diferença de estatura (e, simbolicamente, diminuir as diferenças sociais).
No ano de 1993, um acordo de paz entre o governo e os membros da Frente Patriótica Ruandesa não teve forças para resolver o conflito. O ponto alto dessa tensão ocorreu no dia 6 de abril de 1994, quando um atentado derrubou o avião que transportava os presidentes de Ruanda e de Burundi – ambos de etnia hutu. Imediatamente, a ação foi atribuída aos tutsis ligados à FPR.
Apesar dos esforços, mais de 500.000 pessoas foram assassinadas em Ruanda e fizeram com que cerca de dois milhões de cidadãos fugissem para os campos de refugiados formados no Congo.
O genocídio terminou em julho de 94
Em julho de 1998, foi elaborado um acordo de cessar fogo, com o estabelecimento de um governo formado por representantes tutsis e hutus. Mas esse acordo pouco resultado teve. As rivalidades continuam.
Quem é Paul Rusesabagina nessa história toda?Paul e Tatiana RusesabaginaBem ele fez a diferença! Munido apenas de sua coragem, abrigou no hotel mais de 1200 adultos e crianças.
Animou?
Então assista Hotel Ruanda.
Bom filme! o/

Spirit – O Corcel Indomável

Spirit – O Corcel Indomável Sinopse: No final do século XVII em pleno Oeste norte-americano vive Spirit, um cavalo que resiste a ser domado pelo homem. Ele se apaixona por uma égua local, chamada Chuva, e desenvolve uma grande amizade com um jovem índio Lakota chamado Pequeno Rio. Juntos eles acompanham a colonização do local onde vivem, percebendo as mudanças que a chegada da civilização fazem em seu dia-a-dia.

Curiosidades:
Spirit - O Corcel  Indomável é o primeiro filme animado tradicionalmente a incorporar 3D ou elementos animados por computador. Aqui, os personagens principais, incluindo Spirit, são, às vezes, animados por computador, dependendo da necessidade da tomada - o que, nos filmes 2D, cabia apenas aos personagens que serviam de pano de fundo, os extras. Há transições tão imperceptíveis de uma técnica para outra envolvendo um único personagem em uma única cena que ninguém, além de um animador experiente, poderia perceber. Seja em 2D ou 3D, cavalos são conhecidos pela dificuldade de serem desenhados e, principalmente, animados, e é por isso que esse é o primeiro filme de animação a apresentar um cavalo no papel central.

Para aumentar o desafio, os cavalos do filme não falam, como observa o Produtor Jeffrey Katzenberg: "Queríamos quebrar todas as regras, a começar pelo fato de um filme ser contado através dos olhos de um cavalo. Nenhum animal ali fala".

A Diretora Kelly Asbury, veterana há 19 anos na animação e que faz a sua estréia de direção em SPIRIT - O CORCEL INDOMÁVEL, lembra: "Percebemos que no instante em que um cavalo falasse, teríamos uma comédia. Assim, a escolha foi tornar os animais mais naturais e lhes permitir que se expressassem através da animação".
Spirit é uma inspiração real porque ele nunca esquece quem é nem o que é importante para ele. Esse é um dos principais temas da história: não importa o que aconteça na sua vida: se não permitir que isso supere você, só irá torná-lo mais forte.
Esse cavalo nos mostra as mudanças do Velho Oeste com a chegada da estrada de ferro - considerada o ponto final dos dias de liberdade da fronteira.
Uma história com vários temas: amor, coragem, lealdade à família e, principalmente, o da liberdade, que é um direito que todos nós adquirimos ao nascer e pelo qual vale a pena lutar".
O paralelo de "duas pernas" desse cavalo poderoso e que não pode ser domesticado é Pequeno Rio, um jovem índio selvagem pronto para brigar. Daniel Studi, o jovem ator nativo americano, descendente de cherokees, deu informações valiosas sobre os modos e a linguagem de seu personagem, o que propiciou autenticidade ao papel.
O produtor Katzenberg conclui: "De várias formas, esta história é uma alegoria para todos nós, principalmente nos dias de hoje, em que os desafios nos são impostos quando menos esperamos. Porém, acima de tudo, SPIRIT - O CORCEL INDOMÁVEL é pura diversão. O filme tem aventura, humor, suspense, romance… É a clássica jornada de um herói - só que o herói aqui é um cavalo".
Nas versões dubladas de Spirit as músicas do filme são cantadas por Paulo Ricardo, enquanto que na versão original do filme elas são cantadas por Bryan Adams.

Spirit é o 2º longa-metragem de animação dublado pelo ator Matt Damon. O anterior foi Titan (2000).
O orçamento de Spirit foi de US$ 80 milhões.
Recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Filme de Animação.
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Canção Original ("Here I Am").
Pra mim, o filme é perfeito!!
As músicas, tanto na versão dublada quanto na original, são belíssimas! Isso sem falar na história, né?
RECOMENDO!!!!

Filmes Antigos

Você gosta de filmes antigos?
Eu adoro! o/
Dias atrás, num papo pra lá de gostoso, recordei de um que amei e ainda tive a oportunidade de ver as duas versões.
Sabe aquela história que contagia quem ouve falar pela primeira vez?Pois, é… Aqui vai:
 
A primeira versão:
  • Tarde Demais para Esquecer (An Affair to Remember/1957)TardeDemaisParaEsquecer

A sinopse:
Nickie Ferrante (Cary Grant) é um playboy mulherengo, que é considerado o solteiro mais cobiçado da atualidade e está  para se casar com Lois Clark (Neva Patterson). Terry McKay (Deborah Kerr) é uma ex-cantora que também está de casamento marcado, com Kenneth Bradley (Richard Denning). Ambos estão em um cruzeiro que parte da Europa rumo a Nova York, no qual se conhecem. Nickie e Terry se apaixonam mas, como ambos têm relacionamentos com outras pessoas, combinam de se encontrar 6 meses após a chegada da viagem, no alto do Empire State. Neste período eles poderão acertar suas vidas e, caso se reencontrem, se casar.

A segunda versão:

  • Love Affair - Segredos do coração (Love Affair/1994)Love Affair

A sinopse:
Mike Gambril (Warren Beatty) e Terry McKay (Annette Bening) são duas pessoas apaixonadas, apesar de estarem comprometidos. Três meses mais tarde, eles marcam um encontro para acertarem seus rumos, mas uma peça do destino pode acabar com todos os seus planos.

A segunda versão é até legal, mas ainda prefiro a primeira!
Se você tiver oportunidade de ver uma delas ou as duas, dê sua opinião… será muito bem vinda!
Mais MB
Beijo e paz!  

Diário de Uma Paixão

Diário de Uma Paixão Quando jovens, Allie (Rachel McAdmas) e Noah (Ryan Gosling), apaixonam-se profundamente durante um verão repleto de emoção e liberdade. O jovem casal rapidamente é separado pelos pais de Alice que isistem que Noah não pertence ao seu mundo. Vários anos mais tarde, eles reencontram-se e o amor que sentem inflama-se de novo, forçando Allie a escolher entre o grande amor e a sua classe social. Terá esse amor força suficiente para vencer?

Décadas mais tarde, um homem (James Garner) lê um caderno antigo para uma mulher (Gena Rowlands) que visita regularmente no asilo. Embora a memória dela esteja enfraquecida, pouco a pouco, ela deixa-se envolver pela magia da presença dele, do que ele lhe diz, pela ternura dele... E o milagre acontece.

Ganhou 2 prêmios no MTV Movie Awards, nas categorias de Melhor Revelação Feminina (Rachel McAdams) e Melhor Beijo (Ryan Gosling e Rachel McAdams). Foi ainda indicado na categoria de Melhor Atriz (Rachel McAdams).

Minhas palavras: Filme lindíssimo, comovente, apaixonante...
Dica maravilhosa do meu irmão (Dani) que nem gosta de romances, mas sabia que eu iria gostar e só sossegou quando eu assisti... e me apaixonei! E chorei horrores!!
O filme fala de um amor real, cativante, que o tempo pode até distanciar, mas não consegue apagar. Ele continua ali, como uma lembrança, uma esperança... É eterno.
Os atores são lindos e perfeitos juntos.
Atenção especial para o Ryan Gosling - e nem é porque ele é lindo! - mas que tem um olhar naturalmente triste e conseguiu expressar todos os sentimentos (amor, raiva e sofrimento) do Noah de forma brilhante.
Ele parece um cachorrinho abandonado, pedindo colo! rsrs

Essa sinopse é do dvd. Das que vi, foi a melhor que achei. Porque a pessoa que ler tem uma idéia do que acontece, mas fica só nisso! Fica incentivado a assistir o filme.
Tem sites que praticamente contam tudo!
Quando a gente termina de ler o 'resumo', fica aquela sensação 'já sei o que acontece no filme todo!' E o mistério? a espectativa? Pra mim, isso não é sinopse!

Bem, quanto a 'Diário...' É Maravilhoso!!
E apesar de eu ser apaixonada pelo filme - o que, você pode achar, torna meu comentário duvidoso - acredite: vale muito apena assití-lo! RECOMENDO!!

O trailler:


Um momento 'fofo' - eu acho! - quando os atores ganharam o MTV Movie Awards Melhor Beijo 2005.



A química deu tão certo, no filme, que namoraram na vida real por alguns anos, entre idas e vindas.

ÓTIMO FILME!! (não esqueça do lenço!)

Cem escovadas antes de ir para a cama - Melissa Panarello

Cem escovadas antes de ir para a cama - Melissa Panarello Sinopse:
No inverno europeu de 2002, longe dos olhos da mãe e do pai, a jovem italiana Melissa Panarello começou a escrever um diário em que relatava, sem pudores e meias palavras, as precoces e variadas experiências sexuais vividas por uma colegial entre os 15 e os 16 anos. A história de Melissa começa quando ela perde a virgindade aos 15 anos de idade. A descoberta de um mundo novo e diferente, o desejo de amar e se sentir amada e a ilusão de encontrar este sentimento através do sexo. É esse o ponto de partida para um relato que mistura de forma provocadora ficção e realidade, num vasto e surpreendente rito de iniciação sexual. Durante dois anos a protagonista do livro experimenta as mais diferentes práticas sexuais, como se desejasse, através delas, transcender o corpo. Sexo grupal com desconhecidos, orgias regadas a drogas, sadomasoquismo, homossexualismo: nada detém sua curiosidade, mas seu prazer é tingido de repulsa e insegurança. Em sua busca desenfreada, Melissa acaba caindo em um túnel escuro de humilhação e dor, onde se arrisca a perder para sempre aquilo que tem de mais precioso: ela mesma. Antes de dormir, Melissa escova cem vezes os longos cabelos, num ritual de purificação quase infantil que constitui, para o leitor, o único lembrete de que se trata, afinal, de uma menina. Um dos motivos que transformaram Cem Escovadas Antes de Ir para a Cama em sensação literária foi a tênue fronteira entre autora e personagem. Além de compartilhar com sua protagonista o nome, Melissa, a jovem autora afirma ter vivido todas as experiências narradas, trocando apenas nomes e datas. Características que fazem de seu relato uma visão da adolescência em um país onde o sexo ainda é cercado de tabus, e um retrato revelador da sexualidade neste começo do século 21.

Minha Opinião:

Quando comecei a ler, não imaginei nada do que tinha ali, pelo menos nada tão ... detalhado. Fico imaginando uma garota de 15 anos vivendo tudo isso num país como a Itália, onde a religião e os tabus andam de mãos dadas!
Em alguns momentos, me vi perguntando se ela não tinha pai e mãe ou onde eles estavam!
O livro é um diário e eu não curto muito livros assim (!), mas gosto de ler quando são em primeira pessoa. Parece que dá mais sentimento, a gente se envolve bem mais com o personagem e - nesse caso - a veracidade é maior!

Eu li um livro assim, quando estudava. Muitíssimo parecido!
Alguém me emprestou e ele rolou pela classe inteira! Era bem safado, igual esse. Só que não consigo lembrar exatamente o título (O diabo de saia... O demônio de saia...) já procurei, pesquisei e nada!
Eu poderia até tentar lembrar quem tinha me emprestado, mas mudo de idéia quando lembro que ele sumiu nesse empresta-empresta! Talvez alguém estivesse precisando de algum manual de 'Como fazer', sei lá. Na verdade, não quero lembrar porque assim terei de dar explicações sobre o paradeiro dele!
Bem, deixa pra lá!

Então pensei: se o livro era desse jeito, como não seria o filme?

Filme - Cem escovadas antes de ir para a cama - Melissa Panarello Então assisti o dito cujo.
E vou falar, não tem nem metade do que existe no livro.
Fiquei esperando ver o desenrolar de algumas cenas que, quando li fiquei imaginando, mas a superficialidade é total!
Também queria o que?
Por mais que o livro seja quase - ou praticamente erótico -, era demais esperar que o filme fosse também, né? Ou não?
Volto a dizer: Ler o livro antes do filme é tuuudo de bom!!!
A gente entende tudo, até um olhar, por menor e mais rápido que seja, mas também tem um lado chato: esperar que ele fique igual ao que você leu e na maioria das vezes é uma DROGA!

Mas de qualquer forma, valeu.

Marley e Eu

Marley e eu Sinopse:
John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.

Uns tempos atrás (09/11/2007) comprei o livro e o devorei em pouquíssimo tempo. Simplesmente não conseguia largar!
Quando saiu o filme, fiquei louca de vontade de assistir, mas não encontrei ninguém disposto a me acompanhar! (¬¬)
Meu irmão e minha cunhada foram! Mas quando eles (que leram o livro) disseram que transformaram em uma comédia, fiquei meio que indecisa se queria ver ou não... quase com medo de me decepcionar! Eu sei que tem seu momentos de comédia (afinal é um cachorro 'doido' em uma família normal, real e não criada pelo cinema), mas acho que tá mais voltado pra um drama... seria melhor definido.
Então eu assisti o filme hoje... Só hoje! marley-euE tenho que falar: agradeço por eles não terem me convidado pra ver no cinema! Eu, com certeza, ia pagar um mico daqueles...! Melhor a sala da minha casa, onde eu posso ficar à vontade e poder extravasar minhas emoções...
Acho que faltou algo (bem sempre falta, né? Um filme não é capaz de passar toda a emoção e detalhes que um livro te dar), mas eu gostei.
Gosto dos atores Owen Wilson, (com aquele nariz ridículo! Aff) - apesar de achar que outro ator seria melhor pra esse papel - e Jennifer Aniston (lindíssima!). Sim, terminei o filme em prantos (como aconteceu com o livro)
Como assim?!
É que minha família e eu tivemos 'um Marley' em nossa vida. Não da mesma raça, sexo ou personalidade, mas tivemos uma emoção muitíssimo parecida.
No final, ainda tive que escutar um: 'Por que mesmo você tá chorando?'(¬¬) Homens!!

Hum, bem, veja o trailer:

Ela dança, eu danço

Ela Danca eu Danco A sinopse: Tyler Gage (Channing Tatum) é um delinquente que consegue problemas após destruir, com amigos, um auditório de uma escola de artes. Condenado a prestar serviços públicos na escola que depredou, ele acaba envolvendo-se pelo mundo da dança e com uma bela(¬¬) professora que precisa urgentemente de um novo parceiro.

Sinceramente, achei o filme comum(!), sabe.
Não é um 'nossa, ele é demais!', o casal é bonitinho, o romance igual e que falas são aquelas (?)... Mas se você também gosta de musicais... coragem!.
A trilha sonora e as coreografias são bem legais e equilibram, ou seja, você não sofre tanto!
Longe de mim podar a vontade de quem quer assistir. Eu recomendo. stepup1 stepup2

Vale a pena ver!
Olha o trailer:

Beijo e paz!

MAMMA MIA! Tem dança, ABBA e...

Meryl Streep Pra você, pessoa que adora um musical (como eu), passo a dica feliz que minha irmã (Fernanda) me deu!
O filme é uma maravilha! Muuuuiito booommm!!
É divertido, alegre… perfeito pra relaxar.

Mais: a trilha sonora - músicas conhecidas e chicletes do ABBA (é impossível vc não ficar cantarolando Mamma Mia ou Dancing Queen por um tempo!)
E ainda tem Meryl Streep: a mulher é uma diva! Mesmo com esse macacão horroroso, ela tem classe! Não consegui tirar os olhos dela. Que flexibilidad! Definitivamente, ela é o cara!
Pierce Brosnan é um charme e Colin Firth (…) foi uma surpresa pra mim. rsrs
Quando você o vê em Bridget Jones ou até Nanny McPhee, sempre tão sério e sisudo, se surpreende ao vê-lo aqui.
E a Grécia! Que lugar lindoooo!

Veja o trailler:

Animou?
Ótimo filme! :)