Dica de filme: Histórias Cruzadas

Apesar de já ter dado algumas dicas de filmes, aqui no blog, não é  nem de longe na mesma proporção com que os assisto. Quero mudar isso já!
Então, a partir de hoje assumo o compromisso de sempre indicar um filme bacana pra você se divertir, se emocionar, se assustar…

A única regra é: eu assisto antes pra saber do que estou falando!!

Hoje escolhi o filme Histórias Cruzadas (The Help)Dica-de-filme-Historias-Cruzadas

Baseado no livro "A Resposta" de Kathryn Stockett, ficou na lista de best sellers do New York Times por 103 semanas, seis delas ocupando o primeiro lugar.
Sinopse: Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões. (fonte: adorocinema.com)

Um drama super envolvente, daqueles que deixa você ligada, que faz você se enfurecer com as injustiças, vibrar com as vinganças (merecidas!), se emocionar com as histórias e torcer para um bom desfecho.

Histórias Cruzadas fala da opressão sofrida pelas empregadas domésticas negras, obrigadas a deixar seus próprios filhos para criar os filhos das patroas e cuidar das suas casas. Lembradas constantemente que são pessoas de segunda classe, não podem sequer usar os mesmos pratos e muito menos os mesmos banheiros.

Emma Stone (A Mentira) está sensacional. Este é o primeiro drama que protagoniza e acho que o fez muito bem. Ela tem um rosto expressivo que vai do angelical ao sofredor aparentemente sem esforço algum e contagia.

Historias-cruzadas-foto1

Sua personagem, Skeeter, embora faça parte da elite branca, tem uma visão diferenciada da maioria. Enquanto suas amigas e mãe acham que o melhor futuro seja o casamento e filhos, ela quer trabalhar. Acha injusto a forma com as empregadas são tratadas e se dispõe a ajudá-las, mesmo que tenha que ir contra a sociedade.

Historias-cruzadas-foto1c

Viola Davis (Comer Rezar Amar) como a empregada Aibileen Clark dá um show. Não tem como não se emocionar com esse personagem que é o modelo das empregada negras que levam uma vida sofrida e humilhante. E ainda tem sua amiga Minny Jackson, vivida por Octavia Spencer (Sete Vidas), cuja história tem como foco principal a relação com sua patroa Hilly Holbrook vivida por Bryce Dallas Howard (A Saga Crepúsculo: Eclipse), talvez o maior exemplo de como eram as patroas daquela época.

Historias-cruzadas-foto1a

Apesar de Hilly Holbrook  ser a grande vilã da história, suas maldades são bem dosadas com pequenas vinganças que sofre ao longo do filme, para nosso deleite, para fúria dela e temor, no caso da Minny,  pelas consequências que esses atos podem causar.
Além desses, outros momentos de humor do filme ficam por conta da doce Celia Foote, personagem da Jessica Chastain (A Árvore da Vida), que é rejeitada pela outras mulheres da cidade.

Embora a história seja centrada na relação “patroas-empregadas negras” temos apenas uma noção da dimensão do problema social que acontece fora desse mundo. Parece que a qualquer momento vai acontecer algo maior, mas fica só nisso.
Outra coisa que notei é que apesar do racismo e preconceito velado ou escancarado, os personagens  são surpreendidos por atos sinceros de igualdade e por não assimilarem isso de imediato acabam tornando-se eles mesmos preconceituosos, mas só por um tempo.

Destaques ainda para Allison Janney (Garota Infernal), Sissy Spacek (a eterna Carrie, A Estranha) e Mike Vogel (Ela é Demais pra Mim).

Historias-cruzadas-foto1d

Esse filme foi indicado ao Oscar, Globo de Ouro (Octavia Spenser ganhou como melhor atriz), Bafta e ao Sag Awards.

O trailer:

Bom filme pra você!!

Compartilhe

Acho que você vai gostar

6 pessoas comentaram

Write pessoas comentaram
11.1.13 delete

Olá !
Eu já vi este filme e gostei muito de ver o livro ainda não li mas espero um dia ler beijinhos :)

Reply
avatar
11.1.13 delete

Oi, Mônica!
Na verdade eu nem sabia que tinha o livro quando vi esse filme rsrs e também fiquei com vontade de ler.
Obrigada pela visita e volte sempre, tá?
Beijão,
Dani

Reply
avatar
18.1.13 delete

oi , muito bom esse seu texto.sempre vi esse filme na locadora, mas nunca tive coragem de alugar. seu texto me deu uma luz agora. Gostaria de publicar seus textos em www.propost.com.br ? é uma rede social para compartilhamento de textos. um abraço.

Reply
avatar
18.1.13 delete

Muito bom o filme recomendo! Sem dizer que algumas mazelas da época são presentes no Brasil atual, quando vi o filme logo me lembrei dos prédios antigos de Sampa e Rio de Janeiro com sua entrada social e de serviço, sendo que muitos não sabe que sua origem se deve justo ao elitismo para não dizer racismo de finais de século XIX

Reply
avatar
18.1.13 delete

Valeu, Alexandre!
Sei como é isso de ver um filme na locadora e ficar em dúvida. Já passei por isso, aliás, quem nunca...? rsrsrs
Obrigada pela sugestão.
Volte sempre!
Abs,
Dani

Reply
avatar
18.1.13 delete

Oi, Wesly!
Também lembrei do Brasil... Bem, não tem como evitar a comparação quando se trata de racismo, né?

Valeu pelo comentário e apareça outras vezes!
Abs,
Dani

Reply
avatar

Este espaço é todo seu!
Deixe suas sugestões, dicas, críticas... Elas irão me ajudar a melhorar!
Por favor, não xingue ou envie links de propaganda ou site, eles não serão publicados!!!!!
Obrigada e volte sempre!!
Beijo e paz! \o/
Das Emoticon Emoticon